quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Chico Xavier



Professor Edgar Bom Jardim - PE

"a lei ceca foi o cão que inventô..." Junin no enem



Professor Edgar Bom Jardim - PE

Meios de Transportes

O Palanquim.
O palanquim de base firme , recosto e rebordo protector, onde se ia sentado -  de pernas estendidase sobre almofadas, abrigado de olhares indiscretos por cortinas de fino acabamento.
Este meio de transporte foi de pouca dura. Usado exclusivamente na cidade para o transporte de damas e doentes, não conseguiu resistir tanto tempo à evolução dos tempos como a rede,sua parente mais próxima.



Um Medico visita um doente
A Rede » não tinha rival nos percursos mais escabrosos. Pobre e sem conforto, ou rica e com coxins e cobertores,  foi tantas vezes o único meio acessível aos doentes a caminho do hospital.
A rede tanto podia ser rica com almofadas e rendas, como pobre com um simples cobertor e desconfortável tudo dependia da classe social a que o transeunte pertencesse
Madeira em 1935
A rede » transportando a senhora no Terreiro da Luta. Ano 1936.
«  A rede no Terreiro da Luta» "Madeira ". Em 1936
Madeira em 1950
" A Rede"
por vezes o único meio de transporte como: no Curral das Freiras e outras vertentes mais  viradas a norte da Ilha da Madeira
A rede no Jardim Municipal do Funchal
A Rede » Curral das Freiras. único meio de transporte  existente neste local 
http://transportes_antigos.web.simplesnet.pt/index_R.htm

Ma.xam.bom.ba
  1. (Brasil) pequena locomotiva que puxava vagões de dois andares com cabine sem coberta para os maquinistas

BONDE
Um bonde  ou elétricotrâmuei ou tranvia (ou, ainda, trólebus quando se move sobre rodas compneus) é um meio de transporte público tradicional em grandes cidades da Europa como VarsóviaBasileiaZuriqueLisboa e Porto, ou das Américas, como São FranciscoRio de Janeiro e Toronto.
Movimenta-se sobre carris (trilhos) que, em geral, encontram-se instalados nas partes mais antigas das cidades, uma vez que a sua implantação data, também em geral, da segunda metade do século XIX. Faz um percurso tipica, mas não obrigatoriamente, turístico.
Destinado sobretudo ao transporte de passageiros, actualmente constitui-se em um meio de transporte rápido, já que geralmente tem prioridade sobre o restante trânsito. Em Portugal obedece às regras de trânsito como qualquer outro veículo motorizado.
Hoje em dia, por razões de economia de energia e de preservação do meio ambiente, vem sendo sucedido pelo Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), cuja utilização se encontra em expansão em várias cidades do mundo. Os eléctricos ou Bondes têm grandes vantagens em relação aos ônibus, entre as quais a menor poluição, tanto sonora quanto atmosférica. http://pt.wikipedia.org/wiki/El%C3%A9trico


Metrô

1863: Londres inaugura o primeiro metrô do mundo

No dia 10 de janeiro de 1863, começaram a circular regularmente os metrôs em Londres. Um exemplo logo seguido por várias outras metrópoles, que também canalizaram o transporte público para debaixo do solo.

Placa na estação de Notting Hill
O primeiro metrô do mundo foi criado por pura necessidade. No começo do século 19, as ruas da capital britânica estavam completamente entupidas de carroças, carruagens e ônibus de dois andares puxados a cavalos. O criador do trem subterrâneo em Londres, Charles Pearson, disse certa vez que a única solução para os constantes engarrafamentos era transferir o transporte coletivo para cima de viadutos ou para debaixo da terra.
A administração pública decidiu-se pela segunda opção. O trem passaria por um túnel cavado entre os fundamentos de uma fileira de prédios. O engenheiro "sir" John Fowler chefiou as obras. Sob suas ordens, 3.500 operários começaram a arrancar casebres e barracos, deixando sem teto 12 mil pessoas, justamente da camada mais pobre da população. O sistema de dutos só se tornou possível graças à grossa camada de argila, que permitia escavações durante certo período de tempo sem que o túnel desabasse.
Movidos a vapor
Outro desafio era a forma de tração. Como ainda não havia sido inventada a energia elétrica, os trens subterrâneos de Londres começaram sendo movidos a vapor. Os gases eram recolhidos num vagão especial e só liberados fora do túnel. O sistema, entretanto, não era ideal, conforme noticiou o jornalObserver de 12 de janeiro de 1863:
"Apesar da excelente ventilação, os funcionários já começaram a sentir os efeitos negativos. Dois homens intoxicaram-se com o ar contaminado e tiveram que ser hospitalizados. (...) Infelizmente, é preciso reconhecer que o sistema de ventilação ainda não está apurado o suficiente. (...) Os passageiros terão que calcular com grandes desconfortos."
Por esse motivo, o primeiro traçado do metrô de Londres não era totalmente subterrâneo. Em alguns locais, os trilhos estavam abaixo do nível do solo, mas a céu aberto. Só a partir de 1890, com o advento da eletricidade, o traçado passou a ser todo debaixo da terra, pois não havia mais problemas de ventilação. Não demorou para que o metrô (ou "tubo", como era chamado) se tornasse a "menina dos olhos" dos londrinos.
Intervalos regulares
Logo foi desenvolvido um horário regular para os trens. O trecho principal, entre Paddington e o centro, tinha 6,5 quilômetros. Entre as 6 e 8 horas da manhã, havia um metrô a cada meia hora. Depois, a cada 15 minutos. Na primeira classe, a passagem custava 6 pence, na segunda, quatro, e, na terceira, três pence.
O sistema de Pearson e Fowler, inaugurado a 10 de janeiro de 1863, demonstrou tanta eficiência que, dois anos mais tarde, a passagem para pedestres por debaixo do Rio Tâmisa começou a ser usada pelo metrô.
A partir daí, não demorou para que a rede fosse ampliada dentro de Londres e área metropolitana. Outras metrópoles seguiram o exemplo. Budapeste, Paris e Berlim aplicaram os conhecimentos dos pioneiros britânicos no transporte subterrâneo. http://www.dw.de/
Professor Edgar Bom Jardim - PE

Jovem de Bom Jardim, vítima de afogamento foi sepultado nesta quinta-feira.


Sérgio,15 anos de idade, foi sepultado em Lagoa de Pedra, Casinhas. A morte do estudante comoveu todo Bom Jardim.
Tragédia, Menor de quinze anos morre afogado ao tentar banhar cavalo em barreiro
De acordo com a Polícia Militar, que por volta das 17h30min, da terça-feira (29) no sítio Lagoa Dantas, Zona Rural de Bom Jardim o efetivo da Patrulha Rural foi informado por populares de que no Sítio havia ocorrido um afogamento quando estava dando banho em um cavalo.


Professor Edgar Bom Jardim - PE

92 imigrantes mortos no Saara


Mulheres e crianças estão entre maioria das vítimas, segundo autoridades.
Governo suspeita que imigrantes estavam a caminho da Argélia.

Da Reuters
Professor Edgar Bom Jardim - PEVoluntários e militares observam os corpos retirados da areia do Saara, ao norte de Arlit, no Níger (Foto: Almoustapha Alhacen/AP)Voluntários e militares observam os corpos retirados da areia do Saara, ao norte de Arlit, no Níger (Foto: Almoustapha Alhacen/AP)
Os corpos de 92 imigrantes, a maioria mulheres e crianças que morreram de sede, foram encontrados no norte do Níger, depois que um dos caminhões em que estavam quebrou quando tentavam atravessar o deserto do Saara, disseram autoridades nesta quinta-feira (31).
Os imigrantes haviam partido em meados de outubro em dois caminhões da cidade mineira mais ao norte do Níger, Arlit, para atravessar o deserto na direção de Tamanrasset, na Argélia, mas se dispersaram para procurar água depois que um veículo quebrou.
O prefeito de Arlit, Maouli Abdouramane, disse que 92 corpos foram recuperados após dias de buscas --52 crianças, 33 mulheres e sete homens.
"As buscas continuam", disse o prefeito à Reuters por telefone. Ele disse que todas as vítimas são do Níger, mas que seu destino final ainda não estava claro.
Uma autoridade militar disse que cerca de 20 pessoas do grupo sobreviveram à tragédia. Cinco delas andaram quilômetros pelo deserto escaldante de volta para Arlit, onde informaram as autoridades sobre o ocorrido.
A rota através do Saara ainda é usada por muitos emigrantes da região e de áreas mais distantes.
Mais de 32 mil imigrantes chegaram este ano ao sul da Europa, vindos da África, embora não esteja claro se esse era o destino desse grupo.
Centenas dos que tentaram chegar à Europa pelo Mediterrâneo morreram afogados durante a travessia nos últimos meses. G1.
  •  
Voluntários ajudam no resgate de corpos de imigrantes no Saara, no Níger (Foto: Almoustapha Alhacen/ AP)Voluntários ajudam no resgate de corpos de imigrantes no Saara, no Níger (Foto: Almoustapha Alhacen/AP)

Brasileira é acusada formalmente na Rússia. Atuação do governo do Brasil é fraca


Comunicado oficial chegou hoje a Ana Paula Maciel, do Greenpeace.
Organização deve recorrer de acusação por ato na região ártica.

Do G1.

Bióloga brasileira Ana Paula Maciel aguarda sua audiência no tribunal russo neste domingo (29). (Foto: AFP Photo/Greenpeace/Dmitri Sharomov)Ativista brasileira Ana Paula Maciel recebeu acusação oficial por vandalismo nesta quinta-feira. Nesta foto de arquivo, ela aparece em audiência em tribunal de Murmansk, onde está presa
(Foto: AFP Photo/Greenpeace/Dmitri Sharomov)
A bióloga brasileira Ana Paula Maciel, ativista do Greenpeace detida na Rússia há mais de um mês, recebeu nesta quinta-feira (31) um comunicado oficial do governo russo com a acusação de vandalismo por sua participação nos protestos contra plataforma petrolífera no Ártico.
Na semana passada, a Justiça russa retirou as acusações de pirataria do grupo de ativistas e anunciou que ele seria julgado por vandalismo. Com a decisão, a pena máxima foi reduzida de 15 para sete anos de cadeia.
O Greenpeace diz que a ação era pacífica e que essas novas acusações são igualmente absurdas e que também serão contestadas.
Ana Paula foi presa com outros 27 ativistas e dois jornalistas na embarcação do Greenpeace, Arctic Sunrise. Eles protestavam próximos a uma plataforma da empresa russa Gazprom no Ártico, onde a estatal procura petróleo.
Protesto em Paris
Representantes de trinta ONGs se trancaram em uma prisão simbólica na tarde desta quinta-feira, na Praça da República, em Paris, em apoio aos ativistas do Greenpeace presos na Rússia. Participaram deste ato associações como a Anistia Internacional, a Federação Internacional das Ligas dos Direitos Humanos (FIDH) e a Repórteres Sem Fronteiras (RSF).
 
Membros de organizações não governamentais protestam em apoio aos ativistas do Greenpeace presos na Rússia  (Foto: PIERRE ANDRIEU / AFP )Membros de organizações não governamentais protestam em apoio aos ativistas do Greenpeace presos na Rússia (Foto: PIERRE ANDRIEU / AFP )
Professor Edgar Bom Jardim - PE

Mulher dá tapa no rosto do prefeito


Mulher diz ter sido ofendida após pedir atendimento em Dumont (SP).
Idosa teve internação negada após 12 horas de espera, alega filha

Professor Edgar Bom Jardim - PE

Janete, de 48 anos, disse ter agredido prefeito após pedir atendimento para sua mãe com câncer (Foto: Weber Sian/Jornal A Cidade)Janete disse ter agredido prefeito após pedir atendimento para a mãe (Foto: Weber Sian/Jornal A Cidade)
Uma mulher agrediu, com um tapa na cara, o prefeito de Dumont (SP), Adelino da Silva Carneiro (PSD), na tarde de terça-feira (31), alegando ter sido ofendida pelo chefe do Executivo por reivindicar melhor atendimento para a mãe com câncer. Janete Dutra, de 48 anos, afirma que Maria de Lourdes Oloco Camargo, de 78 anos, ficou por mais de 12 horas sem receber atendimento e que foi tratada com descaso. Em nota, a Prefeitura informou que a agressão ao prefeito não teve justificativa e que o atendimento foi oferecido à paciente. Segundo a Policia Civil, a mulher e o prefeito registraram boletim de ocorrência e ainda serão ouvidos.  Do G1
Janete relata que foi até a Prefeitura na terça-feira depois que o caso de sua mãe, com câncer de laringe há três anos e problemas pulmonares há quatro anos, foi encarado, segundo ela, com descaso pela unidade mista de saúde da cidade. Ao cobrar melhor atendimento, ela alega ter sido recebida com ofensas pelo prefeito. “Ele me atendeu na varanda da Prefeitura.  Depois da conversa, eu já estava indo embora quando ele me chamou de vagabunda. Perguntei: 'o que você falou?'. Ele disse de novo: 'vagabunda!'. Aí eu dei um tapa na cara dele. Ele ameaçou vir pra cima de mim, armou o braço, mas umas pessoas que estavam trabalhando lá seguraram e o trancaram lá dentro”, diz Janete, que após o ocorrido registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil contra o chefe do Executivo por agressão verbal.
A moradora afirma que procurou falar com o prefeito como última tentativa de conseguir internação para sua mãe com câncer na unidade mista de saúde de Dumont. De acordo com ela, a busca começou no sábado (26), quando Maria de Lourdes teria ficado 12 horas esperando até ter o atendimento negado porque seu estado de saúde foi considerado terminal. “Minha mãe não acordava, expelia uma secreção muito forte. Ela precisava de atendimento. (...) Fui perguntar como funcionava para conseguir uma vaga em um dos leitos e me disseram que minha mãe não foi internada porque ela não aguentaria até segunda-feira (28).”
No início desta semana, Janete conta que, por um apelo da família, a secretária de Saúde, Crisley Roberta Alves, e um médico visitaram sua mãe em casa, mas, mais uma vez, trataram o caso como sem solução e não ofereceram nenhuma assistência. “Eles chegaram na minha casa e o médico agachou ao lado da minha mãe e perguntou se ela estava acordada. Depois começou a dizer que ela estava cansada, que estava muito doente e que ela iria descansar em breve do outro lado, que algo muito bonito esperava por ela. Depois que ele soube que ela luta contra o câncer há três anos, me deu os parabéns e disse que ela tinha superado as expectativas. Depois, deu as costas e foi embora”, afirma Janete.
A filha alega que pediu ajuda à secretária, mas esta teria a aconselhado a não dar mais soro, nem levá-la ao hospital, pois não havia mais o que fazer. “Minha mãe está em uma situação irreversível. Eu sei disso, os atendimentos que fazemos são paliativos. O que quero é amenizar a dor e seu sofrimento. (...) Hoje minha mãe deu resposta muito boa, abrindo o olho, conseguiu se sentar. Queria que vissem como minha mãe melhorou."
Prefeitura
Em nota, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Dumont informou que o atendimento à paciente Maria de Lourdes foi realizado normalmente e que Adelino da Silva Carneiro foi agredido sem justificativa. A administração municipal  alega que, em nenhum momento, o prefeito tentou revidar a agressão. A Prefeitura informou ainda que “tomará as medidas cabíveis contra a agressora”.

EUA nega ter espionado o Vaticano


Informação havia sido divulgada pela revista italiana 'Panorama'.
Publicação cita documentos vazados por Edward Snowden.

Perguntado sobre esta informação, o porta-voz do escritório de imprensa do Vaticano, Federico Lombardi, afirmou que não tem informação sobre este assunto e acrescentou que não têm "nenhuma preocupação a respeito".Professor Edgar Bom Jardim - PEA Agência Nacional de Segurança dos EUA (NSA) negou nesta quarta-feira (30) que o Vaticano seja um dos alvos de sua coleta de inteligência, desmentindo relatos da imprensa italiana.
Segundo a revista "Panorama", a agência espionou as conversas telefônicas na Cidade do Vaticano e também as ocorridas na residência onde o cardeal argentino Jorge Bergoglio ficou hospedado antes do conclave que o elegeu Papa.
De acordo com a publicação, que cita documentos do ex-técnico da CIA Edward Snowden, entre as 46 milhões de conversas telefônicas que se diz que a NSA interceptou na Itália, muitas delas se localizavam na Cidade do Vaticano.
O Papa Francisco deixa a audiência geral nesta quarta-feira (30) na Praça São Pedro, no Vaticano (Foto: Alessandro Bianchi/Reuters)O Papa Francisco deixa a audiência geral nesta quarta-feira (30) na Praça São Pedro, no Vaticano (Foto: Alessandro Bianchi/Reuters)
A "Panorama", que antecipou um parte da informação que será publicada em seu número à venda na próxima sexta-feira, fala de um período de 10 de dezembro de 2012 até 8 de janeiro de 2013, mas "que supeita-se" que a espionagem continuou após conhecer o anúncio da renúncia ao pontificado do Papa Bento XVI, que ocorreu em 28 de fevereiro.
A publicação acrescenta que a espionagem ocorreu durante todo o conclave para escolha do novo Papa.
"Acredita-se que 'o grande ouvido americano' captou as conversas dos prelados no início do conclave, em 12 de março", quando foi eleito o Papa Francisco, afirmou a revista.
"Existe a suspeita de que até mesmo as conversas do então futuro pontífice podem ter sido controladas. Jorge Bergoglio já era desde 2005 objeto da atenção da inteligência dos Estados Unidos, de acordo com os relatórios do Wikileaks", acrescentou a Panorama.
O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, minimizou a importância desta informação.
"Não temos nenhuma informação a esse respeito e, de qualquer maneira, isso não nos preocupa", declarou.
Entre as conversas escutadas estavam as que se produziam na Domus Internationalis Paolo VI de Roma, a residência que o então arcebispo de Buenos Aires, Bergoglio, ficou hospedado antes do começo do conclave que elegeu papa em 13 de março de 2013.
A publicação lembra que o nome do agora Papa Francisco já tinha surgido nos documentos filtrados pelo portal WikiLeaks, de Julian Assange.
O WikiLeaks revelava despachos dos serviços secretos americanos nos quais se falava de Bergoglio como um dos papáveis no conclave de 2005, assim como outros documentos datados em 2007 que relatavam sua "má relação" na Argentina com o presidente Nestor Kirchner.
Além disso, entre os espionados estaria o presidente do Instituto para as Obras de Religião (IOR), conhecido como o Banco do Vaticano, o alemão Ernst von Freyberg, que foi nomeado em fevereiro de 2013 por Bento XVI.
A revista "Panorama" explica que as chamadas captadas no Vaticano foram arquivadas sob quatro classificações: "Leadership intentions" (Intenções de liderança), "Threats to financial system" (Ameaças ao sistema financeiro), "Foreign Policy Objectives" (Objetivos de política externa) e "Human Rights" (Direitos Humanos) 

Do G1,

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Gabaritos Enem

Sábado – Prova Rosa
Sábado – Prova Branca
Sábado – Prova Azul
Sábado – Prova Amarela
Domingo – Prova Rosa
Domingo – Prova Cinza
Domingo – Prova Azul
Domingo – Prova Amarela
Caso não consiga visualizar, os gabaritos estão disponíveis no site do Inep
Da Agência Brasil e do Inep

Professor Edgar Bom Jardim - PE

Prefeitos reclamam de falta de recursos federais, mas não cumprem o dever de casa. O Brasil quebrou?


Alegando corte de verba, 24 prefeituras pernambucanas vão fechar as portas em protesto nesta quarta-feira


Vinte e quatro prefeituras da Zona da Mata Norte e Agreste Setentrional de Pernambuco vão realizar nesta quarta-feira um dia de paralisação. Os gestores alegam que estão sofrendo com diminuições nos repasses federais, sobretudo o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Porém, os números nem sempre condizem com a realidade retratada pelos prefeitos. Dos 24 municípios que participarão do protesto, somente nove estão dentro do limite prudencial de gasto com a folha de pagamento de pessoal. Os demais, que são maioria, estão ferindo a Lei de Responsabilidade Fiscal. 


O protesto não vai comprometer os serviços essenciais, como educação e saúde, garantem os prefeitos. A manifestação é organizada pelo Consórcio dos Municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional (Comanas). O ato está agendado para ocorrer às 9h, na sede do consórcio, na BR-408, Bairro Novo, na cidade de Carpina. Está prevista a reunião de diversos prefeitos deputados e senadores do estado. Durante a mobilização será pedida uma política autônoma para os municípios, que sofrem com a inconstância de valores repassados pela união.

“Agora em outubro teve município que não recebeu nada, nas parcelas do FPM, no qual os municípios têm direito. Se continuar dessa forma as prefeituras irão demitir funcionários, deixar de investir na infraestrutura da cidade, não teremos como pagar aos nossos fornecedores”, alerta Belarmino Vasquez, presidente do Comanas.

Belarmino disse, ainda, que a forma em que é feito o repasse do FPM precisa ser revista “urgentemente”. “O governo federal precisa rever a forma que é repassada as verbas para os municípios. Se continuar assim os prefeitos só irão viver com o pires nas mãos e as prefeituras irão fechar”, completou.

Veja quanto os municípios receberam de FPM e o percentual gasto com pagamento de pessoal

    Setembro 2012         Setembro 2013    Gastos com Pessoal
        Valores do FPM        Valores do FPM    (% da receita)



Aliança    R$ 898,4 mil         R$ 1 milhão        51,80%

Camutanga    R$ 299,4 mil         R$ 344,1 mil        50,48%

Carpina    R$ 1,2 milhão     R$ 1,4 milhão        64,19%

Casinhas    R$ 499,1 mil        R$ 573,5 mil        50,20

Chã de Alegria    R$ 399,3 mil    R$ 458,8 mil        58,40%

Condado        R$ 698,8 mil     R$ 803 mil        69,71%

Feira Nova    R$ 598,9 mil         R$ 688,3 mil        55,37%

Ferreiros    R$ 399,3 mil         R$ 458,8 mil        53,95%

Glória do Goitá    R$ 698, 8 mil     R$ 803 mil        sem registro

Goiana        R$ 1,2 milhão R$    1,4 milhão    60,12%    

Itambé        R$ 798,6 mil     R$ 917,7 mil        58,35%

Itaquitinga        R$ 499,1 mil    R$ 573,5 mil        sem registro

Lagoa do Carro     R$ 499,1 mil R$ 573,5 mil        68,84%

Lagoa do Itaenga    R$ 598,9 mil    R$ 688,3 mil        53,90%

Limoeiro        R$ 1 milhão    R$ 1,2 milhão        60,77%

Machados        R$ 499,1 mil    R$ 573,5 mil        49,72%

Nazaré da Mata    R$ 798,6 mil    R$ 917,7 mil        76,27%

Passira        R$ 698,8 mil    R$ 803 mil        57,44%

Paudalho        R$ 1 milhão    R$ 1,2 milhão        50,82%

Salgadinho        R$ 299,4 mil     R$ 344,1 mil        59,01!%

Timbaúba        R$ 1 milhão    R$ 1,2 milhão        51,23%

Tracunhaém    R$ 399,3 mil     R$ 458, 8 mil        53,51%

Vertente do Lério    R$ 299,4 mil    R$ 344,1 mil        60,29%

Vicência        R$ 798,6 mil    R$ 917, 7 mil        54,06%

Fonte: Tesouro Nacional e Contas Públicas
PS: Os dados dos municípios de Condado, Feira Nova e Machados são referentes ao 1º quadrimestre. Os três ainda não atualizaram suas prestações de contas. diariodepernambuco.com




Professor Edgar Bom Jardim - PE

Brasileiros comem veneno nas frutas, verduras e legumes

Dados são de análise feita em 2011; em 2012, índice foi de 29%.
Pesquisa foi divulgada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.


Relatório divulgado nesta terça-feira (29) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a presença de agrotóxicos em frutas, legumes e verduras apontou em 36% das amostras analisadas em 2011 e 29% das amostras verificadas em 2012 apresentaram resultados considerados insatisfatórios pela agência.
Segundo o estudo, nestes casos os alimentos continham níveis de substâncias tóxicas superiores ao limite imposto no Brasil ou ainda compostos químicos que nunca foram registrados para uso no país. Os dados fazem parte do estudo que integra o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (Para).
Segundo a Anvisa, a escolha dos produtos analisados baseou-se nos dados de consumo obtidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na disponibilidade destes alimentos nos supermercados dos diferentes estados e no perfil de uso de agrotóxicos nestes alimentos.
Em 2011, foram estudadas 1.628 amostras de nove alimentos (alface, arroz, cenoura, feijão, mamão, pepino, pimentão, tomate e uva).

Das 589 amostras consideradas insatisfatórias (36% do total analisado), 520 apresentaram algum tipo de agrotóxico não autorizado para a cultura; 38 estavam com produtos tóxicos com nível acima do limite imposto pela Anvisa; e 31 amostras tinham resíduos tóxicos de produtos não autorizados para aquela cultura e com níveis de agrotóxico acima do limite.

O composto carbendazim, um tipo de fungicida, foi o mais encontrado nos produtos analisados, seguido dos inseticidas metamidofos e clorpirifos.
O estudo apontou ainda a presença de ingredientes ativos tebufempirade e azaconasol em amostras de uvas analisadas. Ao encontrar tais compostos, a Anvisa sugere a ocorrência de contrabando desses agrotóxicos, que nunca tiveram registro no país.
Índice caiu em 2012
No ano seguinte a agência analisou 1.665 amostras de sete culturas coletadas (abacaxi, arroz, cenoura, laranja, maçã, morango e pepino).
O estudo verificou que 483 delas (29%) foram consideradas insatisfatórias por apresentarem resíduos de produtos não autorizados, ou autorizados, mas em concentrações acima do Limite Máximo de Resíduo.
Deste total, em 416 amostras havia a presença de agrotóxicos não autorizados para a cultura; 40 amostras tinham substâncias acima do limite permitido e não permitidas para a cultura; e em 27 amostras havia a presença de agrotóxicos acima do permitido.
O destaque foi para a substância clorpirifos, seguidos dos inseticidas acefato e dimetoato. Além disso, 152 amostras apresentaram resíduos de ingredientes ativos em processo de reavaliação toxicológica ou em etapa de venda descontinuada programada no Brasil.
Melhora na orientação
Segundo a Anvisa, os dados “reforçam a necessidade de melhoria na formação dos produtores rurais” e o acompanhamento do uso de agrotóxicos na agricultura brasileira.

A Anvisa reforça que uma difusão melhor sobre boas práticas relacionadas ao agrotóxico “podem evitar a exposição indevida aos agrotóxicos, por exemplo, quando produtores rurais utilizam agrotóxicos não autorizados para a modalidade de aplicação”. G1.
Agricultor usa agrotóxico na lavoura sem proteção, no Espírito Santo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Agricultor usa agrotóxico na lavoura no Espírito Santo (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
Professor Edgar Bom Jardim - PE