Mostrando postagens com marcador Charges. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Charges. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Zero Hora - Charge

Zero Hora
Professor Edgar Bom Jardim - PE

domingo, 16 de julho de 2017

Quais deputados federais de Pernambuco não serão comprados por Temer?


Charge de Jarbas. Diário de Pernambuco
Professor Edgar Bom Jardim - PE

sábado, 1 de julho de 2017

Justiça podre - Charge

Charge: Jarbas - Diário de Pernambuco.
 Veja como se explica essa situação conforme declaração de Romero Jucá e tire suas conclusões. O Supremo é parceiro pelo que diz JUCÁ:

Professor Edgar Bom Jardim - PE

quarta-feira, 21 de junho de 2017

O grande encontro

Os presidentes do Brasil e da Rússia devem assinar alguns acordos para facilitar o comércio entre os dois países, que caiu 45% entre 2011 e 2016.
Charge de Humberto.Folha de Pernambuco. Temer e Putin
Professor Edgar Bom Jardim - PE

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Ratos recebem benefícios para acabar com direitos dos brasileiros


Charge.
TEMER ALIMENTA RATOS DO CONGRESSO PARA GARFAR SUA APOSENTADORIA
Via Brasil 247 Fonte: Facebook.
Professor Edgar Bom Jardim - PE

terça-feira, 18 de abril de 2017

Os caras de peroba

Charge - Humberto/ Folha de Pernambuco.
Professor Edgar Bom Jardim - PE

sábado, 31 de outubro de 2015

É assim...


Professor Edgar Bom Jardim - PE

domingo, 11 de outubro de 2015

Formas de corrupção - Charge.


Professor Edgar Bom Jardim - PE

sábado, 22 de agosto de 2015

Mundo Atual:Se tem gente comprando muito, sempre terá gente produzindo muito.

bhaz.com.br/
Professor Edgar Bom Jardim - PE

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Eita!

Iotti - zerohora.
Professor Edgar Bom Jardim - PE

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Dilma faz ameaças com o Bicho-Papão


Fonte:Jornal do Commercio
Professor Edgar Bom Jardim - PE

sexta-feira, 28 de março de 2014

Charge:Dilma e BR



Professor Edgar Bom Jardim - PE

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Experiências extremas (no sentido de opostas)

Charge: asmetro.org.br
Por Amilcar Neves 

A queixa é mais ou menos assim: "Um absurdo, um escândalo a exploração desses convênios de saúde! Cobram uma fortuna dos segurados e pagam uma miséria para os médicos credenciados! Pouco mais de cinquenta reais por consulta quando qualquer idiota sabe que Medicina é dos cursos mais dispendiosos para os alunos, mesmo em universidade pública! Imagine: são seis anos de faculdade, mais dois de residência obrigatória, mais três longos anos, no mínimo, de especialização, mais congressos, conferências e simpósios a fim de manter a indispensável atualização, a necessária sintonia com oestado da arte em sua área, para ganhar cinquenta reaizinhos por consulta! Por baixo, 11 duros anos de banco escolar para, como profissional gabaritado, receber a ninharia de cinquentinha!"

Todo mundo já ficou com pena do seu médico, xingou o governo que não fiscaliza e os convênios que abusam, e sentiu-se, no mais íntimo da sua alma, o maior culpado pelo fato de que, mesmo involuntariamente, estamos causando um grande dano ao profissional da saúde que, no geral, costuma mostrar-se dedicado e atencioso. Isto sem contar que é cada vez mais difícil conseguir marcar hora com um especialista - na hipótese de ele integrar os quadros do teu convênio de saúde -, deixando-te a impressão de que estás procurando consulta e tratamento pelo SUS.

Assim, foi uma surpresa enorme quando a mulher ligou e a secretária do badalado médico, cujos nome e fotos vivem saindo nas colunas sociais dos melhores jornais da região, disse que ela podia escolher o dia, "até mesmo para a tarde de hoje", completou.

- Sempre tem horário disponível?

- Sempre, o Doutor sempre consegue encaixar mais um paciente.

Isto pode ser bom ou ruim, ela pensou, mas precisava do atendimento e escolheu um dia em que o marido também tinha médico marcado, assim os dois poderiam ir juntos no mesmo carro, o que os faria contribuir para a redução dos congestionamentos urbanos.

O médico do marido ficava a três quadras do seu, ela esperaria um pouco até ser atendida no horário marcado para ela, depois seria a vez dele esperá-la. A consulta dele durou pouco mais de 30 minutos:

- Conversamos sobre livros, literatura, filosofia, ideologias, ditaduras latino-americanas, medicina e até sobre a minha saúde - ele contou depois, satisfeito da vida com o atendimento humano recebido. - A 50 reais por consulta, meu médico fatura quatro mil por semana trabalhando oito horas por dia e 18 mil por mês - 27 mil se consultas levarem 20 minutos -, o que não é valor desprezível. Considerando cirurgias e exames complexos, seu ganho é maior.

A mulher estava possessa:

- Vocês lá batendo papo nessa vergonhosa conversa fiada e eu aqui esperando neste calorão, nesta sala imunda e apinhada de gente! O sujeito mal olhou na minha cara, não quis nem espiar os exames que a médica da emergência do convênio me pedira - ela não é especialista, falou, não sabe de quais exames eu preciso -, prescreveu os mesmos exames que ela, mandou-me voltar quando tivesse feito tudo no laboratório que ele indicou e me despachou. Tudo isso em quase 3 - três! - minutos de consulta! Ele atende todo mundo rápido assim, até as consultas particulares.

O marido rapidamente fez as contas: são 20 consultas por hora, 160 por dia, 800 por semana, 3.600 por mês, o que daria a bagatela de 180 mil reais de honorários se atendesse apenas clientes de convênio.

- Realmente, é um escândalo esse negócio dos planos de saúde...


-- 
==> Retornando à rede, após ficar desconectado por mais de 4 semanas, desde antes do Natal, devido a imperiosas necessidades de ordem pessoal. <==

Amilcar Neves é escritor com oito livros de ficção publicados. A partir de 26 de agosto de 2013 integra o Conselho Estadual de Cultura, na vaga destinada à Academia Catarinense de Letras, onde ocupa a Cadeira nº 32.

(...) aquele 1965 em que éramos jovens, românticos e puros. Incontaminadamente puros. (...) Havia uma visão do coletivo, que hoje se perdeu, como também se extraviou (ou até soa ridícula) aquele ideia de "salvar a pátria", de interessar-se pelos problemas do País e do mundo porque eles habitavam nossa consciência.
Flávio Tavares, Memórias do Esquecimento


Professor Edgar Bom Jardim - PE

domingo, 29 de dezembro de 2013

Retrospectiva do Samuca



diariodepernambuco
Professor Edgar Bom Jardim - PE

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Noel na Fila

Charge de Samuca-diariodepernambuco.com
Professor Edgar Bom Jardim - PE

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Malandro é malandro. Mané é MANÉ



Jarbas/diariodepernambuco.com

Professor Edgar Bom Jardim - PE

domingo, 27 de outubro de 2013

Brasil, um País Vendido



Professor Edgar Bom Jardim - PE

domingo, 22 de setembro de 2013

Ratos da semana



Professor Edgar Bom Jardim - PE

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Aguardem ! Tem mais...




Professor Edgar Bom Jardim - PE

sábado, 24 de agosto de 2013

Enquanto isso...



www.professoredgar.com