Mostrando postagens com marcador Cultura. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cultura. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Programação comemorativa do aniversário de 260 anos da paróquia de Sant'Ana

Fique por dentro da programação comemorativa do aniversário de 260 anos de fundação da nossa Paróquia.
Também durante os dias 26, 27, 28 e 29 de dezembro, o Centro de Pastoral Cônego Antonio Gonçalves será palco da Exposição “Origens, 260 Anos da Paróquia de Sant’Ana”. Fragmentos fundamentais para a compreensão da história de um povo piedoso, que tem sabido conservar com carinho e espírito de bravura as tradições religiosas de seus antepassados.

Venha você também conhecer um pouco da nossa história de fé!

De  Matriz de Sant'Ana/Bruno Araújo..
Professor Edgar Bom Jardim - PE

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

CULTURA:Governo de Pernambuco anuncia o resultado do Funcultura Geral 2016/2017


O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, torna público nesta quarta-feira (29/11), a lista dos projetos aprovados do edital do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – Funcultura Geral 2016/2017.  Serão mais 266 projetos culturais a serem desenvolvidos no estado, fomentando as cadeias produtivas e fortalecendo ainda mais a nossa cultura.
O anúncio significa que a gestão estadual contratará cerca de R$ 17,5 milhões em projetos culturais nas áreas de produção, difusão, pesquisa e formação das diversas linguagens artísticas. Somados ao investimento de R$ 10 milhões já aportados no Edital Funcultura Audiovisual 2016/2017 e aos recursos aportados no 1º Edital da Música, cujo valor em projetos disponível alcançou R$ 4.55 milhões, o Governo de Pernambuco reafirma novos compromissos com a cultura do estado na ordem de R$ 32 milhões.
Acesse AQUI o Resultado e AQUI todos os outros documentos relativos ao Edital.
Jan Ribeiro/CulturaPE
Jan Ribeiro/CulturaPE
Anúncio oficial foi realizado nesta quarta-feira, 29/11
No Edital Geral 2016/2017 foram inscritos 1.488 projetos. Destes, 1.309 projetos foram habilitados para julgamento do mérito cultural. O julgamento, realizado por meio da Comissão Deliberativa contou com um total de 80 especialistas para atender o conjunto linguagens artísticas e culturais, constituindo os Grupos Temáticos de Assessoramento Técnico e Temático à Comissão Deliberativa. O julgamento transcorreu no período de 25 de setembro a 11 de outubro, avaliando critérios como a qualidade técnica do projeto, o valor cultural, a qualificação do produtor e da equipe, os aspectos sociais da proposta, e a regionalização.
Foram aprovados 266 projetos artísticos culturais que, juntos, irão totalizar o incentivo, por parte do Governo do Estado, no valor de R$ 17.196.553,85 milhões. Todas as linguagens tiveram projetos aprovados: Cultura Popular (40); Patrimônio (36); Dança (32); Teatro (33); Artes plásticas, artes gráficas e congêneres (29); Fotografia (25); Literatura (22); Circo (17); Artesanato (13); Gastronomia (5); Artes integradas (5); Design e Moda (5); e Ópera (4).
LINGUAGEM
PROJETOS APROVADOS
VALOR
Teatro
33
R$ 2.135.144,82
Cultura Popular
40
R$ 2.381.070,11
Literatura
22
R$ 1.212.718,60
Artes Plásticas
29
R$ 1.782.804,20
Dança
32
R$ 1.901.776,70
Patrimônio
36
R$ 3.028.681,90
Fotografia
25
R$ 1.362.304,42
Circo
17
R$ 1.186.755,00
Artes Integradas
5
R$ 444.820,00
Artesanato
13
R$ 817.607,50
Gastronomia
5
R$ 311.731,00
Design e Moda
5
R$ 279.179,00
Ópera
4
R$ 351.960,00
Para o secretário de Cultura Marcelino Granja, o Funcultura reafirma o compromisso do Governo de Pernambuco com a cultura. “Temos um dos fundos de cultura mais fortes do país, agora garantido por lei, e cada vez mais fortalecido, ampliado para todas as regiões do estado, garantindo acessibilidade, ou seja, um exemplo para todo país de política pública eficiente, construída também com muito diálogo e contribuição da sociedade civil. Uma ação exitosa que faz a diferença na produção artística e na cultura de Pernambuco”, coloca Marcelino Granja. O secretário também listou os desafios do Funcultura para os próximos anos, entre eles, ainda mais recursos e avanço da descentralização.
 “Tivemos muitos avanços nesse edital que precisam ser registrados. Estamos aumentando os recursos do Funcultura e garantindo um piso mínimo de 36 milhões, o que é uma conquista enorme. Semana passada, anunciamos primeiro resultado do Funcultura da Música. É um caminho que estamos trilhando de fortalecimento da política cultural do nosso estado. Ano passado assinamos convênio com a Agência de Tecnologia de Informação do Governo do Estado para informatização do Funcultura e até o final do ano já estaremos fazendo o Cadastro de Produtores pelo sistema informatizado e temos uma perspectiva de lançar pelo menos um novo edital já digitalizado. Também avançamos na regionalização e na acessibilidade”, pontua Márcia Souto, presidente da Fundarpe.
O superintendente do Funcultura Gustavo Araújo diz que “comparativamente ao edital do ano passado, o Edital 2016/2017 resguardou avanços no número de aprovação de projetos, a exemplo da linguagem Cultura Popular que aprovou 7 projetos a mais. Ainda assim, o Edital 2016/2017 reafirmou a preocupação com os resultados da regionalização e acessibilidade, crescendo qualitativamente com isso”. Segundo o gestor, 83% dos projetos aprovados (221) apresentam ações de acessibilidade. Segundo Gustavo, dos 266 aprovados, 74 projetos vieram de fora da Região Metropolitana do Recife; sendo 21 projetos da Mata, 18 projetos do Agreste e 25 do Sertão.
Informações e Recursos – Devido ao grande número de projetos inscritos, o proponente que desejar saber a pontuação do seu projeto não aprovado deverá solicitar formalmente (informando os dados do projeto, conforme modelo abaixo) através do e-mail funculturaeditaisgeral2017@fundarpe.pe.gov.br, até o dia 06 de dezembro. Baixe aqui o modelo de pedido de notas.
Após o recebimento da resposta do pedido de informação de notas realizado, o proponente terá 05 (cinco) dias úteis para recorrer a decisão a partir da data da comunicação de e-mail do Funcultura. O recurso poderá ser enviado para o e-mail recursosfunculturaeditaisgeral2017@fundarpe.pe.gov.br ou pessoalmente, no Setor de Atendimento do Funcultura das 8h às 12h, na Rua da Aurora, 463/469, Boa Vista, Recife. O pedido de reconsideração enviado por e-mail só será avaliado, caso seja enviado a partir do e-mail do proponente que consta no Cadastro de Produtor Cultural. Baixe aqui o modelo de recurso.
Informações Setor de Atendimento do Funcultura
Rua da Aurora 463/469, Boa Vista, Recife – Pernambuco; CEP: 50.050-000. Atendimento presencial: De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h Telefones: (81) 3184-3023 / 3184-3026.
Com informações de cultura.pe.gov.br
Professor Edgar Bom Jardim - PE

sábado, 18 de novembro de 2017

Bom Jardim será representado na Conferência Estadual de Cultura

128 pessoas participaram da etapa da Pré - Conferência em Surubim.



Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
O encontro reuniu participantes de 13 cidades da região
A cidade Surubim, localizada no Agreste Setentrional, foi a primeira parada das Pré-Conferências Regionais de Cultura de Pernambuco, que vão circular por todas as 12 Regiões de Desenvolvimento do Estado até fevereiro de 2018, como etapas que antecedem a realização da Plenária Estadual Final, agendada para o mês de março. O encontro aconteceu nesta sexta-feira (17), na EREM Severino Farias, e reuniu 128gestores públicos, produtores culturais e artistas de 13 municípios da região: Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, Frei Miguelinho, João Alfredo, Limoeiro, Machados, Passira, Orobó, Santa Cruz do Capibaribe, Salgadinho, Santa Maria do Cambucá, São Vicente Férrer, Taquaritinga do Norte, Toritama, Vertentes, Vertente do Lério e da própria Surubim.
As atividades, que se estenderam até o final da tarde, começaram às 8h da manhã, com o credenciamento dos participantes que, previamente inscritos, eram orientados a se inserirem nos quatro Grupos de Trabalhos (GTs), formados para analisar, debater e apresentar propostas à Minuta do Plano Estadual de Cultura (PEC). Os GTs, que contaram com a mediação de representantes da Secult-PE, da Fundarpe e do Conselho Estadual de Política Cultural,  foram agrupados a partir dos oito eixos do PEC: 1) Patrimônio Cultural e Memória e Territórios, e Territorialidade e Políticas Afirmativas, mediado por Diego Santos (Fundarpe); 2) Desenvolvimento Simbólico da Cultura e Economia da Cultura, mediado por Tarciana Portella (Secult-PE); 3) Pesquisa e Formação Artístico-Cultural e Cultura e Educação, mediado por Jocimar Gonçalves (Conselho Estadual de Política Cultural); 4) Cultura e Comunicação, e Gestão, Infraestrutura e Participação, mediado por Jorge Clésio (Secult-PE).
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
No credenciamento, os inscritos eram orientados a se inserirem nos GTs, a partir de suas áreas de interesse
Antes das discussões dos GTs, houve uma cerimônia de abertura que, além de uma série de apresentações culturais com alunos e artistas de Surubim, foram apresentados os objetivos e a metodologia de trabalho das Pré-Conferências. “Como o próprio nome sugere, as Pré-Conferências são eventos preparatórios que têm como objetivo maior estabelecer um diálogo aberto e permanente entre poder público e sociedade civil. A ideia desses encontros é ouvir, debater, pensar juntos, a fim de construirmos um Plano Estadual de Cultura democrático e participativo, que atenda as demandas e os anseios dos agentes culturais de todo o Estado”, disse a secretária-executiva de Cultura, Silvana Meirelles, que é a coordenadora-geral da IV Conferência Estadual de Cultura de Pernambuco.
A abertura do evento também foi marcada pela posse dos novos membros do Conselho Municipal de Cultura de Surubim, e contou com a presença da prefeita da cidade, Ana Célia Cabral de Farias; do secretário municipal de Educação e Cultura, João Rodrigo dos Santos; e do diretor municipal de Cultura, Maurício Barbosa.
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
A secretária-executiva Silvana Meireles apresentou a metodologia, as propostas e os objetivos das Pré-Conferências
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Posse dos novos membros do Conselho Municipal de Cultura de Surubim
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Maurício Barbosa (diretor de Cultura de Surubim), João Rodrigo dos Santos (secretário de Educação e Cultura de Surubim), Silvana Meireles (secretária-executiva de Cultura de Pernambuco), Ana Célia Cabral de Farias (prefeita de Surubim) e Jocimar Gonçalves (membro do Conselho Estadual de Política Cultural)
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Alunos e artistas de Surubim prepararam uma série de apresentações culturais para os participantes da Pré-Conferência
Ao longo do dia, os participantes debateram, em seus GTs, as propostas do PEC e puderam também sugerir alterações nas ações e objetivos estratégicos presentes na Minuta do Plano. “É muito gratificante para nós, enquanto gestores públicos, participar desse processo preparatório da IV Conferência Estadual de Cultura de Pernambuco, pois ele tem nos permitido conhecer os agentes culturais do Estado em seus territórios e, mais do que isso, descentralizar nossas ações para além dos limites da Região Metropolitana”, afirmou a presidente da Fundarpe, Márcia Souto, que acompanhou os debates dos Grupos de Trabalhos instalados na EREM Severino Farias.
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
GT1 Patrimônio Cultural e Memória e Territórios, e Territorialidade e Políticas Afirmativas, mediado por Diego Santos
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
GT2 Desenvolvimento Simbólico da Cultura e Economia da Cultura, mediado por Tarciana Portella
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
A presidente da Fundarpe, Márcia Souto, no GT3 Pesquisa e Formação Artístico-Cultural e Cultura e Educação, mediado por Jocimar Gonçalves
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
GT4 Cultura e Comunicação, e Gestão, Infraestrutura e Participação, mediado por Jorge Clésio
Após o encerramento dos GTs, houve uma plenária que elegeu os delegados da Região do Agreste Setentrional para a Plenária Estadual Final, que acontecerá em março, no Centro de Convenções de Pernambuco (CECON-PE), em Olinda. Conforme metodologia definida pela Comissão Organizadora da IV CEC-PE, foram eleitos 13 representantes (10% do quórum dos participantes que compareceram à Pré-Conferência em Surubim): 4 do poder público e 9 da sociedade civil.
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Representantes do poder público
PODER PÚBLICO
1- Emanuel Dias do Sacramento (Salgadinho)
2- Paulo Roberto Jorge da Silva Filho (João Alfredo)
3- Fábio Antônio dos Santos Silva (Passira)
4- Marizélia Bezerra (Cumaru)
Os gestores Luiz Alberto Ferreira (Santa Cruz do Capibaribe), Maurício Barbosa (Surubim) e Danilo Nascimento da Silva (Vertente do Lério) foram eleitos como suplentes dos representantes do poder público.
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Rodrigo Ramos/Secult-PE/Fundarpe
Representantes da sociedade civil
SOCIEDADE CIVIL
1- Maria de Fátima Almeida do Rêgo da Silva (Surubim)
2- Edgar Severino dos Santos (Bom Jardim)
3- Edilene Gomes de Souza Silva (Bom Jardim)
4- Luís Antônio Souza da Silva (Surubim)
5- José Mário Salviano da Silva (Bom Jardim)
6- Kellyson Gabriel de Andrade Moura (João Alfredo)
7- Juliane de Lima e Silva (João Alfredo)
8- Luiz Júnior Barbosa da Silva (Surubim)
9- Adenilson Lopes da Silva (Surubim)
Confira abaixo os depoimentos que o Portal Cultura.PE colheu dos participantes da primeira Pré-Conferência Estadual de Cultura, realizada em Surubim. Para saber mais sobre os encontros que vão acontecer em todo o Estado, acesse: www.cultura.pe.gov.br/canal/cecpe.
Com informações de cultura.pe.gov.br/
Professor Edgar Bom Jardim - PE